Afinal de contas, o que é o inconsciente ?

posted in: Blog | 0

Há inúmeras paradigmas à cerca do conceito de inconsciente. Para os filósofos, ele estava para além da consciência. Entendiam como uma separação de tudo aquilo que era desconhecido pela consciência. Assim, consciente e inconsciente tinham cada qual seu próprio funcionamento. A grande genialidade de Freud foi perceber que a maior parte do funcionamento do nosso psiquismo era regido pelo nosso inconsciente. Daí, vem a grande pergunta: se esse é ele quem comanda nossa “casa”, porque muitas vezes eu não sei o motivo de estar sempre repetindo as mesmas situações ?

Freud nos diz que onde há uma repetição, há algo não elaborado, um conteúdo inacessível, recalcado e censurado pela consciência e por meio daquele da fala, única fonte de elaboração possível, podemos chegar a esse conteúdo traumático. Desta forma, o fato de estarmos repetindo algo em nossa vida, é uma manifestação de de algo que precisa ser dito. Mas o inconsciente está lá, insistindo e produzindo circuitos que trazem sofrimento e paradoxalmente, prazer ao mesmo tempo. Quando algo não é posto em palavras, rememorado, haverá sempre um retorno do mesmo, se deslocando, ou seja, mudando apenas os móveis de lugar, mas a poeira do recalcado permanece intacta. 

Autora

Simone Ferreira

CRP 05/38722

Tenho como proposta conduzir o tratamento psicanalítico de forma a contribuir para que você vá ao encontro de seu próprio desejo, libertando-se daquilo que o impede de alcança-lo. A experiência psicanalítica abre espaço a novas e constantes possibilidades de reinvenção de si mesmo, resignificando seu passado. Assim, você pode reescrever seu presente. Você pode entrar em contato pelo WhatsApp pelo número: (21) 98171-5996

Leave a Reply